Avaliação do desempenho mecânico e físico de argamassas com resíduo de cerâmica vermelha

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n31.2021.05

Palavras-chave:

argamassas, sustentabilidade, resíduo de cerâmica vermelha, tecno

Resumo

A busca por uma cadeia produtiva mais sustentável na indústria da construção civil está diretamente relacionada com a incorporação de materiais recicláveis em seus produtos, o que demanda uma extensa quantidade de estudos e avaliações sobre suas propriedades e seus efeitos. Considerando isto, este trabalho teve como objetivo avaliar o resíduo de cerâmica vermelha (RCV), proveniente da fabricação de tijolos de vedação, como substituinte parcial ao agregado miúdo ou ao aglomerante em argamassas. A aplicação foi avaliada em argamassas de cimento e areia quanto ao desempenho físico, através de ensaios de absorção por capilaridade, absorção por imersão e índice de vazios, e mecânico, por ensaios de compressão axial e tração na flexão. Os traços foram 1:3 e 1:6, com teores de 5% e 10% de substituição parcial ao aglomerante, e 10%, 15% e 20% ao agregado. As tipologias de argamassas mais afetadas foram na substituição ao agregado em comparação com a substituição no aglomerante, dada a porosidade do RCV. Já as substituições no aglomerante fizeram com que as mesmas tivessem um comportamento mais próximo dos traços de referência, mesmo nos teores de 10%.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Francielli Priebbernow Pinz, Programa de pós graduação em Arquitetura e Urbanismo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Pelotas

Graduação em Arquitetura e Urbanismo (2017) e Mestrado em Arquitetura e Urbanismo (2019) pela Universidade Federal de Pelotas. Atuou como professor substituto em Instituto Federa Sul-Rio-Grandense (2017-2019) e atualmente atua como Arquiteta em Otimiza Arquitetura. Tem experiencia na área de Arquitetura e Urbanismo, atuando nos seguintes temas: RCV, argamassas, Reciclagem de resíduos, Tecnologia da Arquitetura. 

Charlei Marcelo Paliga, Departamento de Tecnologia da Construção, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal de Pelotas

Possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande (2000), mestrado em Engenharia Oceânica pela Universidade Federal do Rio Grande (2003) e doutorado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2007). Atualmente é professor associado 3 da Universidade Federal de Pelotas. Tem experiência na área de Engenharia Civil, atuando principalmente nos seguintes temas: projeto de estruturas de concreto armado, método dos elementos finitos, recuperação/reforço de estruturas de concreto com polímeros reforçados com fibras, confiabilidade estrutural.

Ariela da Silva Torres, Departamento de Tecnologia da Construção/Faculdade de Arquitetura e Urbanismo/Universidade Federal de Pelotas

Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Católica de Pelotas (2003), Mestrado em Engenharia Civil com ênfase em estrutura - PPGEC/UFRGS (2006) e Doutorado em Engenharia Civil com ênfase em estruturas - PPGEC/UFRGS (2011). Professora Associada 1 na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFPel. Atua no PPG em Arquitetura e Urbanismo (professora permanente) na linha de pesquisa: Tecnologia e Conservação do Ambiente Construído. Líder do Grupo de pesquisa Esudos de Patologias e materiais (NEPAMAT). Tem experiência na área de Engenharia Civil, atuando principalmente nos seguintes temas: projeto de estruturas de concreto armado, Patologia das Construções, uso de resíduos na construção civil.

Referências

AGÊNCIA BRASILEIRA DE DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL – ABDI. Estudo Técnico Setorial da Cerâmica Vermelha: Subsídios para a elaboração do plano de desenvolvimento Sustentável da cadeia produtivo de cerâmica vermelha. Brasília: Invetta, 2016. 265p.

ALVES, A. V.; VIEIRA, T. F.; BRITO, J. de.; CORREIA, J. R., Mechanical propeties of structural concrete with fine recycled aggregates. Construction and Buildiing Materials, vol. 64, p. 103-113, ago. 2014.

ARAÚJO, A. R.; Influencia da utilização do resíduo de cerâmica vermelha nas propriedades de argamassas mistas. Dissertação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Civil, Universidade Federal de Rio Grande do Norte, Natal 2017.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, Materiais pozolânicos – Determinação da atividade pozolânica com cimento Portland aos 28 dias. NBR 5752. Rio de Janeiro, 2014. 4p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Requisitos. NBR 13281. Rio de Janeiro, 2005. 3 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Cimento Portland – Determinação da resistência à compressão. NBR 7215. Rio de Janeiro, 1996.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Execução de revestimentos de paredes e tetos de argamassas inorgânicas. NBR 7200. Rio de Janeiro, 1992.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Materiais pozolânicos – Requisitos. NBR 12653. Rio de Janeiro, 2014. 10 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Argamassa e concreto endurecidos - Determinação da absorção de água por capilaridade. NBR 9779. Rio de Janeiro, 2013. 3 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Argamassa e concreto endurecidos - Determinação da absorção de água, índice de vazios e massa específica. NBR 9778. Rio de Janeiro, 2009. 4 p.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Argamassa para assentamento e revestimento de paredes e tetos - Determinação da resistência à tração na flexão e à compressão. NBR 13279. Rio de Janeiro, 2005. 9 p.

ASSOCIAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA CERÂMICA - ANICER. Dados Oficiais, 2014. Disponível em: http://anicer.com.br/setor/dados-oficiais/. Acesso em: 05/04/18

BREHM, F. A. ; KULAKOWSKI, M. P. ; BROCKER, D. M. ; HANSEN, D. M. . Avaliação da atividade pozolânica do resíduo de cerâmica vermelha comparado com metacaulim. In: 5º Encontro Nacional Sobre Aproveitamento de Resíduos na Construção Civil - ENARC 2017, 2017, Fortaleza/CE. Anais 2017 - ENARC - ENCONTRO NACIONAL SOBRE APROVEITAMENTO DE RESÍDUOS NA CONSTRUÇÃO, 2017.

CABRERA, F. G. C.; SOBERÓN, J. M. G.; SÁNCHEZ, J. L. A.; REA, S. P. A.; HIGUERA, R. C., Mechanical properties of mortar containig recycled ceramic as fine aggregate replacement. Revista de la Construcción, vol. 14, n. 3, p. 22-29, dez. 2015.

CARASECK, H.; GIRARDI, A. C. C.; ARAÚJO, R. C.; ANGELIM, R.; CASCUDO, O., Estudo e avaliação de agregados reciclados de resíduo de construção e demolição para argamassas de assentamento e revestimento. Revista Cerâmica, vol. 64, n. 370, São Paulo, abr/mai, 2018.

CARDOSO, J. T. O.; FORTI, N. C. S., Estudo para aplicação de resíduos de cerâmica vermelha na produção de argamassas cimentíceas. Anais do V Encontro de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação. Set. 2015.

CASSOL, G.; SEGANTINI, A. A. S. Avaliação do Resíduo de Cerâmica Vermelha como material pozolânico em matrizes cimentantes. In: 59° Congresso Brasileiro do Concreto, 2017, Bento Gonçalves. 59° Congresso Brasileiro do Concreto, 2017.

CASTRO, A. L.; SANTOS, R. F. C.; GONÇALVES, K. M.; QUAIONI, V. A., Caracterização de cimento compostos com resíduo da indústria da cerâmica vermelha. Revista Cerâmica, vol. 63, n.365, São Paulo, São Paulo, jan./mar., 2017

DANG, J.; ZHAO, J.; HU, W.; DU, Z.; GAO, D., Properties of mortar with waste clay brick as fine aggregate, Construction and Building Materials, vol. 166, p. 898-907, mar. 2018

JIMÉNEZ, J. R.; AYUSO, J.; LÓPEZ, M.; FERNÁNDEZ, J. M.; BRITO, J., Use os fine recycled aggregates from ceramic waste in masonry mortar manufacturing. Construction and Building Materials, vol. 40, p. 679-690, 2013.

MEDEIROS, M. H. F.; SOUZA, D. J.; FILHO, J. H.; ADORNO, C. S.; QUARCIONI, V. A.; PEREIRA, E., Resíduo de cerâmica vermelha e fíler calcário em compósito de cimento Portland: efeito no ataque por sulfatos e na reação álcali-sílica. Revista Matéria, vol.21, n. 02, p. 282-200, 2016

MORAIS, M. H. L; SOUZA, W. M; RIBEIRO, A. J. A. Use of red ceramic waste as fine aggregate in concretes. Research, Society and Development, 9(7): 1-17, 2020.

OLIVEIRA, E. M.; OLIVEIRA, C. M.; PETERESON, M.; PELISSER, F.; OLIVEIRA, C. M. de; ANTUNES, E. G. P., Análise da resistência à compressão e tração de argamassa com adição de resíduo de cerâmica vermelha. Revista Matéria, vol. 24, n. 2, Rio de Janeiro, 2019.

QADIR, S. S.; Strength and behavior of self compacting concrete with crushed ceramic tiles as partial replacement for coarse aggregate to elevated temperature. International Journal of Engeneering Technology, Management and Applied Science, vol. 3, n. 04, p. 278-286, abr. 2015.

RECENA, Fernando Antonio Piazza. Conhecendo argamassa. 2° ed. Porto Alegre: EDIPURS, 2015. 188p.

SAMANDI, M.; HUSSIN, M. W.; LEE, H. S.; SAM, A. R. M.; ISMAIL, M. A.; LIM, N. H. A. S.; ARIFFIN, N. F.; KHALID, N. H. A., Properties of mortar containing ceramic powder waste as cement replacment. Jurnal Teknologi, vol. 77, n.12, p. 93-97, dez. 2015.

SANTOS, R.F.C; CASTRO, A. L; GONÇALVES, K. M. Produção de concreto autoadensável incorporado com resíduo da indústria de cerâmica vermelha. Matéria (Rio J.) 23 (3), 1-15, 2018.

SCHACKOW, A; STRINGARI, D.; SENFF, L.; CORREIA, S. L.; SEGADÃES, A. M., Influence of fired clay brick waste additions on the durability of mortars. Cement and Concrete Composites, vol. 62, p. 82-89, set., 2015.

SHAO, J.; GAO, J.; ZHAO, Y.; CHAO, X., Study on the pozzolanic reaction of clay brick powder in blended cement pastes, Construction and Building Materials, vol. 213, p. 209-215, 2019.

SILVA, J.; BRITO, J. de; VEIGA, R., Recycled red-clay ceramic construction and demolition waste for mortar productions. Journal of Materials in Civil Engeneering, vol. 22, n. 3, p. 236-244, 2010.

VIEIRA. A. A. P.; Estudo do aproveitamento de resíduos de cerâmica vermelha como substituição pozolânica em argamassas e concretos. Dissetação, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Urbana, Universidade Federal da Paraíba, João Pessoa, 2005.

YAGIZI, W. A técnica de edificar, 13° edição, São Paulo, Editora Pini, Sinduscon, 2013.

Downloads

Publicado

2021-07-16

Como Citar

Pinz, F. P., Paliga, C. M., & da Silva Torres, A. (2021). Avaliação do desempenho mecânico e físico de argamassas com resíduo de cerâmica vermelha . Paranoá, (31). https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n31.2021.05

Edição

Seção

Tecnologia, Ambiente e Sustentabilidade