O O Palácio Itamaraty em Brasília: uma análise a partir da sintaxe da linguagem visual

Autores

DOI:

https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n31.2021.06

Palavras-chave:

Palácio Itamaraty, sintaxe da linguagem visual, arquitetura moderna, Brasília

Resumo

O Palácio Itamaraty, sede do Ministério das Relações Exteriores, é considerado uma das obras referenciais do arquiteto Oscar Niemeyer e é um dos edifícios de destaque na Esplanada dos Ministérios em Brasília. Este trabalho tem por objetivo analisar o edifício à luz das ferramentas da sintaxe visual. A análise se fundamenta nos atributos visuais e regras de composição descritos pela professora Donis A. Dondis em seu livro Sintaxe da linguagem visual e busca suprir a ausência de um memorial descritivo que explicite as intenções do arquiteto. O objeto de estudo é analisado em três escalas: no contexto urbano, na composição dos volumes do complexo do ministério e na escala do edifício, neste caso, o palácio. Espera-se com isso complementar as recentes pesquisas sobre o Palácio Itamaraty e dar subsídios a novas hipóteses sobre este objeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Claudio Roberto Comas Brandão, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Programa de Pós-graduação em Arquitetura

Arquiteto e Urbanista formado pela Universidade de Brasília - UnB (1997) e mestre em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (2019). Tem especialização em Desenho Industrial pela Scuola Politecnica di Design de Milão, Itália (1998). Tem experiência na área de Arquitetura, com ênfase em Projeto de Interiores e Design de Mobiliário. Atualmente cursa o doutorado em arquitetura na Universidade Federal do Rio de Janeiro pelo Programa de Pós-graduação em Arquitetura - PROARQ. Sua pesquisa está inserida no projeto “Arquitetura e arquitetos brasileiros - séculos XIX e XX” que faz parte da área de Patrimônio, teoria e crítica da arquitetura e da linha de pesquisa Teoria e ensino de arquitetura.

Referências

BRANDÃO, Claudio Roberto Comas. O Palácio Itamaraty em Brasília: reflexões sobre a concepção arquitetônica. Dissertação de mestrado. Rio de Janeiro: UFRJ, 2019.

BRUAND, Yves. Arquitetura contemporânea no Brasil. São Paulo: Perspectiva: 1981.

CAMPOS, Olavo Redig de. O Palácio dos Arcos. Arquitetura: revista do Instituto de Arquitetos do Brasil, Rio de Janeiro, n. 76, p. 19-23, out. 1968.

COLLINS, Peter. Los ideales de la arquitectura moderna; su evolución (1750-1950). Barcelona: Gustavo Gili, 5. ed., 1998.

COSTA, Lúcio. 1995. Lúcio Costa: Registro de uma vivência. São Paulo: Empresa das Artes, 1995.

DI MARI, Anthony; YOO, Nora. Operative design: a catalogue of spatial verbs. Amsterdam: BIS Publ., 2012.

DONDIS, A Donis. Sintaxe da linguagem visual. São Paulo: Martins Fontes, 2. ed., 2000.

GOMES, Cláudio. O eixo monumental. Acrópole, São Paulo, nos. 375/376, p. 29, jul./ago. 1970.

MACEDO, Danilo Matoso; SILVA, Elcio Gomes. Brasilia, the Palace of Congress and their urban changes. DOCOMOMO Journal, v. 43, p. 60-65, 2010.

NIEMEYER, Oscar. Como se faz arquitetura. Petrópolis: Vozes, 1986.

NIEMEYER, Oscar. Meu sósia e eu. Rio de Janeiro: Revan, 1992.

NIEMEYER, Oscar. Minha arquitetura. Rio de Janeiro: Revan, 2000.

NIEMEYER, Oscar. A imaginação na arquitetura. Módulo, Rio de Janeiro, n. 15, p. 6-15, out. 1959.

NIEMEYER, Oscar. Espaço arquitetural. Módulo, Rio de Janeiro, n. 50, p. 54-61, ago./set. 1978.

NIEMEYER, Oscar. Método de trabalho. Módulo, Rio de Janeiro, n. 58, p. 86-89, abril 1980.

NIEMEYER, Oscar. Trecho de entrevista. Módulo, Rio de Janeiro, n. 50, p. 43, dez. 1975.

PEDROSA, Mario. Dos murais de Portinari aos espaços de Brasília. São Paulo: Perspectiva, 1981.

PEREIRA, Miguel Alves. Arquitetura, texto e contexto. Brasília: Editora UnB, 1997.

PEVSNER, Nikolaus; FLEMING, John; HONOUR, Hugh. Dizionario di architettura. Tradução: Renato Pedio. Turim: Einaudi, 1981.

RAMOS, Milton. Memória do Arquiteto de Brasília - Milton Ramos. Produção do Instituto de Arquitetos do Brasil - Departamento do Distrito Federal, 1 DVD (ca. 80min). Brasília: IAB-DF, 1996.

ROSSETTI, Eduardo Pierrotti; RAMOS, Graça. Palácio Itamaraty: a arquitetura da diplomacia. Brasília: ITS, 2017.

UNDERWOOD, David. Oscar Niemeyer e o modernismo de formas livres no Brasil. São Paulo: Cosac Naify, 2002, p. 92

Publicado

2021-07-15

Como Citar

Brandão, C. R. C. (2021). O O Palácio Itamaraty em Brasília: uma análise a partir da sintaxe da linguagem visual. Paranoá, (31). https://doi.org/10.18830/issn.1679-0944.n31.2021.06

Edição

Seção

Teoria, História e Crítica